Uma horta na varanda

Horta no terraço...

Horta no terraço...

Ok, ok, em qualquer bom supermercado hoje em dia, podemos encontrar ervas fresquinhas e sempre a mão. Mas…  você já imaginou colher os temperos cheirosos, livres de agrotóxicos e o melhor, cultivados por você mesma na varanda da sua casa? Se a idéia agradou, saiba que não é por falta de espaço que você vai deixar de cultivar sua própria horta. Humm, não tem nada que dê mais sabor a comida ou ao chá, do que ervas frescas, recém-colhidas e muito perfumadas. Há ainda aqueles benefícios que falam à alma, como o prazer de cuidar de um ser vivo, acompanhando de perto cada etapa do seu delicado desenvolvimento.

Horta no beiral da janela...

Horta no beiral da janela...

O perfume das folhas, suas nuances intensas e o aconchego nos inspiram e tranqüilizam ao mesmo tempo que nos fazem refletir sobre a beleza que reside nas pequenas coisas. Literalmente, pois um cantinho ensolarado é tudo o que uma horta pede para crescer.

Horta no terraço...

Horta na varanda...

“Pode ser na sala, na lavanderia ou mesmo na cozinha. O essencial é que todas as ervas recebam de 4 a 5 horas de sol para se desenvolver”, explica a herborista Ana Maria Dourado, proprietária do Canteiro de Ervas, em São Paulo. O passo-a-passo da montagem de uma horta é bem simples (veja box), assim como os cuidados diários. Basta estar atenta a algumas regras básicas. “A rega precisa ser feita sempre que a terra estiver seca. Uma adubação orgânica com húmus de minhoca também é necessária no caso de cultivo de plantas para consumo.”

Gostou da idéia? Então escolha abaixo a erva e o tempero que você quer cultivar, siga as instruções e delicie-se com a possibilidade de colher seu próprio alimento.

horta2


Sob medida para o seu espaço
Existem ervas apropriadas para chá e outras para tempero. Mas muitas delas têm as duas finalidades. Conheça a seguir as que se desenvolvem bem em espaços pequenos.

alecrim

ALECRIM
Como chá ajuda a combater anemia, asma, gripe, reumatismo, dores articulares, falta de apetite e tosse. É ótimo para realçar o tempero de aves

capim sanpoCAPIM-SANTO
Como chá diminui o estresse e tempera bem saladas, molhos e omeletes

cebolinhaCEBOLINHA
Ajuda a equilibrar a pressão arterial. É ótimo na cozinha para ser adicionado a sopas e cozidos

hortelãHORTELÃ
Como chá ajuda no combate a náuseas e cálculos biliares. Serve para temperar saladas, sopas e peixes

manjericãoMANJERICÃO
O chá ajuda na eliminação do excesso de gases. Usado como tempero em peixes, camarões, ovos, queijo e tomates recheados

oréganoORÉGANO
Como chá pode ser usado para suavizar a dor de cabeça. Na cozinha é utilizado no preparo de muitos pratos como pizzas, saladas, legumes e peixes

Você vai precisar:

– vasos

– areia

– terra preparada (mistura pronta de areia, terra e adubo orgânico)

– argila expandida

– mudas de ervas e temperos

– regador

Como fazer:
1. Saiba o tamanho que a muda atingirá e compre o vaso certo – no mínimo, um número 3 (grande). Cultive só uma espécie por vaso.

2. Forre o fundo com pedras de construção ou argila expandida (o suficiente para cobrir os furos). Acrescente areia até cobrir as pedras. Isso facilita a drenagem.

3. Misture duas partes de terra, uma de húmus e uma de areia e coloque por cima. Então acomode as mudas.

4. Acrescente o restante de terra, enchendo o vaso até dois dedos abaixo da borda.

5. Regue a muda, deixando-a três dias na sombra. Depois, é só levá-la ao sol, que deve incidir sobre a planta pelo menos 3 horas diárias.

6. As regas devem ser regulares, observando-se a umidade do solo do vaso (que deve estar úmido e não encharcado).

(Realização Conceição e Ana Paula Wenzel – retirado do site Itodas)